sexta-feira, 29 de setembro de 2017

REFLEXÃO


  1. Algumas palavras fugiram sofreram metamorfose e se transformaram em sorrisos...

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

CRISTAL

Vivo esse coletivo indefinido
Com bons sentimentos que evaporam
Um sonho retratado em uma pintura surrealista
As avessas do meu mundo bizarro
Sem equilíbrio suficiente...sem oxigênio!
Pessoas em pluralidade vivem em seus cômodos
Umas se incomodam e saem dando espaço a outrem
Pois o Jazz é primavera
Trocando beijos purpurinados experiências em movimento
Duas línguas soltas de um contexto lógico
Ela sorri porque está louca
Ele sorri porque está sóbrio
O chorinho antevê a superação...



   

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

REFLEXÃO

Existe um motim dentro de mim...

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

REFLEXÃO

A vida é uma bolha de sabão...

sábado, 10 de junho de 2017

FLUTUAR


Pensamentos flutuam, flutuam e flutuam
Sentimentos que surgem e se vão
A esperança que é renovada a cada passo dado à frente
O amor que procura um coração preparado
O coração que está temperado e recheado
A alma que se apoia no assoalho vida
A vida tem seu esplendor, mas perde tudo para morte
E a resposta que nos foi roubada...

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

SE SE PUDER

E foi assim...
Que uma única palavra mudou o rumo da história
Nenhum gesto ou qualquer outro ato
Por mais grandioso que fosse
lhe pôs novamente no prumo
Sentir, eu senti tudo evaporar
Vapor pesado
Palavras de chumbo
Na consequência, eis a lama
O que nascerá?
Posto, que se foi...
O fim é meu ponto de partida
Grandioso não é a coragem de abandonar
Somente para surtar, externando os fantasmas internos
Grandiosidade mesmo é entender a si próprio
Se se puder...

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

27.02.2011

Na escuridão surgiu o primeiro beijo
Antes e depois o sorriso
Depois de saciar o desejo
Sujeitos virtuosos
Plantando seu próprio jardim de antenas
Captação de vivência
Na maestria da vida
A parte mais interessante é aprender
Para logo depois esquecer
Dos beijos, dos risos
Sujeitos defeituosos
Afastaram-se o querer
Inventou-se as brigas
Acabou-se
Nasceu a desculpa cheia de culpa
Complicando-se a jornada
Que no caminho ficou ancorada
Abri a porta do mundo
Entrei...