segunda-feira, 18 de junho de 2018

REFLEXÃO

O silêncio dos seus pensamentos sempre me interessam.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

EXAUSTÃO

Os semelhantes problematizam
Os diferentes não se encaixam
A cama em uma troca constante de corpos
Logo ela, que está ali sempre sozinha
Essa solidão que é a minha companhia
Uma taça de vinho...uma dose de cachaça
Observar os giros, deixar voar, levar
A música que é sorriso
O pesado já passou
De procurado a procurar
Um velho sabor
Algo novo a degustar
A jornada da exaustão
A vida tem seu par
E às vezes...
Ela lhe tira para dançar.

sexta-feira, 2 de março de 2018

A MANGUEIRA


Tudo apodreceu
O vento passou
O balanço parou
A sombra cessou
Veio o luto
Antes colhi o fruto
 E hoje
Juro que diariamente
Eu luto!

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

REFLEXÃO


Li a poesia, parecia tão viva que no final me abraçou e me beijou.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

REFLEXÃO


Algumas palavras fugiram sofreram metamorfose e se transformaram em sorrisos...

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

CRISTAL


Vivo esse coletivo indefinido
Com bons sentimentos que evaporam
Um sonho retratado em uma pintura surrealista
As avessas do meu mundo bizarro
Sem equilíbrio suficiente...sem oxigênio!
Pessoas em pluralidade vivem em seus cômodos
Umas se incomodam e saem dando espaço a outrem
Pois o Jazz é primavera
Trocando beijos purpurinados experiências em movimento
Duas línguas soltas de um contexto lógico
Ela sorri porque está louca
Ele sorri porque está sóbrio
O chorinho antevê a superação...



   

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

REFLEXÃO


Existe um motim dentro de mim...